segunda-feira, 4 de junho de 2012

ASSINE A PETIÇÃO PÚBLICA: CAMPANHA FIM DO POLÍTICO PROFISSIONAL - REAÇÃO CONTRA ESSE ESTADO DE CALAMIDADE MORAL E POLÍTICA DO BRASIL

  

Confira o link da petição: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N25471

OBJETIVOS:

  • Promover a rotatividade no congresso nacional para diminuir o poder dos maus políticos e incentivar a entrada de novos representantes. 
  • Valorizar o voto para criar um novo cidadão preocupado com os valores e princípios éticos que norteiam a pura essência da cidadania. 
  • Modernizar a vida política como forma de obter uma administração pública “recíproca e sintonizada” com a evolução social, cultural, moral, tecnológica e econômica. 
  • Valorizar as leis que coadunam com a vontade real do povo, extinguindo as inoperantes e reformulando as que foram, por exemplo, aprovadas pelos “mensalões”. 
  • A nova democracia exige que os países tornem se modernos também perante a construção de leis e controles também modernos, receptíveis às inovações sadias e inibidoras das “guaritas corporativas” quase sempre construídas pela alma do homem mau em prejuízo dos menos favorecidos.

EXPLICAÇÕES NECESSÁRIAS:
A CAMPANHA FIM DO POLÍTICO PROFISSIONAL, cujas diretrizes e fundamentos foram protocolos com o nº 995680 em 19/08/2009, no Cartório 2º Ofício de Documentos e Títulos – Rua Guajajaras, nº 197 – Centro - Belo Horizonte – Brasil, faz parte da CAMPANHA GERAL TEMPOS DE DEPURAÇÃO, (comunidade Avaaz.org) registrada com nº 970628 em 01/12/2008. Esses conteúdos visam à busca da consciência universal contra o imoral legalizado que prejudicam os países e a convivência internacional sempre prejudicada pelas crises sequenciais com prejuízos econômicos e financeiros que tanto contribuem para o enfraquecimento do mercado e desnorteamento da sociedade. No Brasil, a campanha é reação lúcida contra o estado de calamidade que os atuais políticos transformaram a vida brasileira, com reflexos diretos na formação do povo e percepção clara de que o país é um eterno mal governado. O que tanto prejudica sua imagem nas parcerias comerciais e distancia a convivência com outros povos, não o tornando digno de conquistar as amizades sinceras e duradouras. Ver detalhes nos links: http://wp.me/P31Lbb-5F e http://wp.me/P31Lbb-5L
Precisamos conseguir muito mais que 1.360.000 assinaturas (muito mais do que representa 1% do eleitorado nacional), com isso poderemos conduzir os pleitos desta petição ao Congresso, especificamente aos Senadores, juntando-os às diretrizes de uma verdadeira reforma política e das leis como antecipadoras de outras reformas que estarão por vir. 

Conforme a Constituição, a iniciativa popular só tem efeito se for apresentada à Câmara dos Deputados obedecendo a formal de projeto de lei subscrito por um cento do eleitorado nacional (no mínimo), e distribuído pelo menos por cinco Estados, com não menos de três décimos por cento dos eleitores de cada um deles. Ou seja, é uma tarefa árdua e difícil. Todavia, os pleitos da presente petição têm objetivos universais que se enquadram nas realidades de muitos outros países, inclusive os desenvolvidos. 
Caso obtenhamos o sucesso representativo dos números, através das repercussões nesses países, obteremos o “feed back” que necessitamos de que as “reformas políticas” viraram moda no mundo inteiro. Que nada mais é que um marketing de convencimento baseado na pressão exercida pela paz e sabedoria.

Belo Horizonte, 4 de junho de 2012

Abaixo-assinado CAMPANHA FIM DO POLÍTICO PROFISSIONAL

Para: STF - SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, CONGRESSO NACIONAL, PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

ASSINE A PETIÇÃO  PÚBLICA: CAMPANHA FIM DO POLÍTICO PROFISSIONAL - REAÇÃO CONTRA ESSE ESTADO DE CALAMIDADE MORAL E POLÍTICA DO BRASIL

Execute o link da petição: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N25471

COMO REAÇÃO A ESSE ESTADO DE CALAMIDADE QUE SE TRANSFORMOU A VIDA POLÍTICA BRASILEIRA, AS PESSOAS DE BEM ABAIXO ASSINADAS APOIAM A CAMPANHA PARA O FIM DO POLÍTICO PROFISSIONAL, CUJAS DIRETRIZES E FUNDAMENTOS ENCONTRAM-SE DISPONÍVEIS NO LINK:

A CAMPANHA PARA O FIM DO POLÍTICO PROFISSIONAL, QUE CIRCULA NAS MAIS IMPORTANTES REDES SOCIAIS, FAZ PARTE DA CAMPANHA GERAL TEMPOS DE DEPURAÇÃO REGISTRADA EM BELO HORIZONTE – BRASIL COM O Nº 970628 - EM 01/12/2008 - CARTÓRIO 2º OFÍCIO DE DOCUMENTOS E TÍTULOS – RUA GUAJAJARAS, Nº 197.


A CAMPANHA GERAL TEMPOS DE DEPURAÇÃO TEM OBJETIVOS MAIS AMPLOS DE PREPARAR O HOMEM CONTRA AS ARAPUCAS DO MARKETING TRAIÇOEIRO, QUE O ESCRAVIZA COMO CONSUMIDOR DE DESCARTÁVEIS, TAIS COMO, PRODUTOS, SERVIÇOS, OPINIÕES E LÍDERES FABRICADOS PELA SUA INDIFERENÇA. TUDO ISSO SINTETIZADO NAS SEGUINTES REFLEXÕES: 1 - PERGUNTA: POR QUE FALHAM OS NOSSOS INTELECTUAIS, SERIA PELA IMPOTÊNCIA DE REAGIR CONTRA O IMORAL LEGALIZADO? 2 - CAMINHO: NÃO VAMOS ACEITAR O PRIMEIRO MUNDO DELES, SEM ANTES CRIAR O NOSSO.  3 - FUNDAMENTO: A CONSCIÊNCIA DOS HOMENS SEM CARA.
“O FIM DO POLÍTICO PROFISSIONAL BUSCA A CONSCIÊNCIA UNIVERSAL NO COMBATE AO IMORAL LEGALIZADO. É UM PROJETO ÁRDUO, INUSITADO QUE CAUSA CHOQUE, É DE LONGO PRAZO COM UM ALTO GRAU DE DESPRENDIMENTO, DE MATURAÇÃO DEMORADA, DISPOSTO A CARREGAR UMA CRUZ DOÍDA E PESADA, SEM POMPAS, SEM MEDO DE BRIOS OFUSCADOS, OU QUAISQUER TIPOS DE VAIDADES E ORGULHOS OFENDIDOS, CIENTE DA PRÓPRIA RESPONSABILIDADE DE LUTAR ARDUAMENTE A FAVOR DA VIDA. ESSE ALCANCE ILIMITADO E SEM FRONTEIRAS TEM OBJETIVOS GLOBALIZANTES DE EXTIRPAR O IMORAL LEGALIZADO DE TODAS AS ESSÊNCIAS QUE FORMAM OS CORPORATIVOS. SIM, QUE ESCONDEM NAS SUAS ESTRUTURAS, AS GUARITAS DE ESPERTEZAS E BANDITISMOS CRIADOS PELO HOMEM”.
A ESTRUTURA GERAL DE COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO, QUE JÁ CONTA COM MAIS DE 66.000 SEGUIDORES NO TWITTER E 150.00 CURTIÇÕES NO FACEBOOK, SE MANIFESTA DE QUATRO FORMAS:
FAÇA O BEM, NÃO OLHE A QUEM. MARKETING SEM FRONTEIRAS A SERVIÇO DAS COMUNIDADES, DOS NEGÓCIOS E DA FELICIDADE DAS PESSOAS.
TRABALHE MAIS, FAÇA MAIS E PERMITA QUE OUTROS FAÇAM.

 
O Abaixo-assinado CAMPANHA FIM DO POLÍTICO PROFISSIONAL, para STF - SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, CONGRESSO NACIONAL, PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL foi criada e escrita pela comunidade CAMPANHA GERAL TEMPOS DE DEPURAÇÃO.
Este
abaixo-assinado encontra-se alojado na internet no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para abaixo-assinados (petições públicas) online.
Caso tenha alguma questão para o autor do abaixo-assinado poderá enviar através desta página de
contato

Petição Pública Brasil

sexta-feira, 18 de maio de 2012

ATO DE REPULSA ((( ACORDA BRASIL )))

ATO DE REPULSA
((((((((ACORDA BRASIL))))))

O SISTEMÃO CONTRA O POVO

Prezados amigos, a situação da política brasileira está chegando a um ponto de afrontamento contra a sociedade livre e idônea que abriga os homens de bem e as empresas cidadãs. Ao ver o que assistimos nessa CPI do Cachoeira, presenciamos o dedo do SISTEMÃO agindo sobre o governo da Dilma Rousseff apoiado principalmente pelo PT e PMDB. Ao vivo, esse cúmulo da farra do imoral legalizado está produzindo um autêntico show business da pilantragem, demonstrando uma cara de pau sem limites e desafiando o bom senso das pessoas comuns.
  • Até onde esses bandidos acham que conseguem ir?
  • Até onde permitem a si mesmos o direito de afrontar toda a sociedade?
  • Até quando a nossa ausência vai permitir que toda essa balbúrdia continue ofendendo a nossa família e prejudicando a formação dos nossos filhos?
  • Quem não está envolvido na teia do Cachoeira?
  • Quantos trilhões de reais já foram roubados do Brasil?
  • Quantas Amazônias já foram vendidas?
  • Vocês acham que as crianças não percebem essas coisas?
Ainda não é o ponto de exaustão, mas todos nós estamos sentindo uma vergonha danada, repúdio à tamanha covardia que estão fazendo com o Brasil. Nada melhor do que isso seria esperado e temos a sensação de que o pior ainda está por acontecer. O desdobramento do mensalão vai selar de vez a nossa incapacidade de governar e administrar as nossas próprias vidas.

Uma mistura de covardia, indecência, proliferação do mal, falta de pudor e tudo isso misturado com CPI do Cachoeira, pizzas, empreiteiras, mensalão, código florestal, desmatamento, tráfico de drogas, falta de hospitais, de presídios e escolas, escândalos do ENEM, bandidos soltos e cidadãos presos, Revista Veja enrustida  com o Cachoeira, discursos do Lula, observações assimétricas do Sarney e interferências estapafúrdias  do Collor. O Marcos Valério teve a coragem de pedir o impedimento do Ministro Joaquim Barbosa!
Junte-se mais a esse holocausto os preços altíssimos, juros corrosivos e impostos extorsivos, um roubo a céu aberto da dignidade desse povo completamente ausente. Numa sessão recente, os deputados tentaram aprovar as candidaturas de políticos com prestação de contas rejeitas pela Justiça Eleitoral. Um absurdo, tais contas já chegam a 21.000 em todo o país.

STJ E STF, DUAS INSTITUIÇÕES QUE PROMOVEM A CONFUSÃO MENTAL NA CABEÇA DOS BRASILEIROS.
ESTE PRESENTE ATO DE REPULSA É UMA FORMA CIDADÃ E OBJETIVA DE ESTABELECER UM CONFRONTO ABERTO CONTRA O IMORAL LEGALIZADO


 
Pegamos esta imagem compartilhada no Facebook



BRASIL É UM DESERTO DE ATITUDES

Pegamos esta imagem compartilhada no Facebook

Logicamente senhores, para reverter esse estado de calamidade moral, os homens de bem e as empresas cidadãs devem agir planejadamente. Por isso estamos lançando na Coluna Editorial Prontanálise, que nem é especializada nisso, uma proposta de ação conjunta: EMPRESA, INCLUA NAS SUAS PROPAGANDAS OS CHAMAMENTOS QUE ENSINE O POVO A VOTAR

23 de maio de 2012 - EMPRESA CIDADÃ DEVE INVESTIR PELO MENOS 0,1% DO SEU ORÇAMENTO EM PROPAGANDA PARA A EVOLUÇÃO MORAL E POLÍTICA DA SOCIEDADE. LUTE POR UM MUNDO MAIOR E NÃO SÓ CONTRA UM BRASIL PEQUENO

INTEGRE-SE AO POOL DE PROPAGANDA CONTRA O IMORAL LEGALIZADO:

Você não deve esperar que essas instituições cheguem até a você. Procure as CDLS Câmeras dos Dirigentes Lojistas estaduais, as federações das indústrias tais como:
Apenas lançamos a ideia, o pool de propaganda contra o imoral legalizado tem um custo muito elevado, por isso deve ser rateado ou quotizado entre várias empresas, inclusive com apoio maciço dos meios de comunicação.
Os profissionais devem procurar seus sindicatos e conselhos que os representam.
Está na hora dos homens de bem e as empresas cidadãs testarem seus representantes.